18 de set de 2015

A PERDA DA EFICIÊNCIA DOS PRODUTOS DE BELEZA

O assunto de hoje é um papo cabeça bem interessante que por muitos anos me deixou intrigada. Confesso que pesquisei em alguns links por aqui e outras dicas que aqui terá será de próprio experimento. 

Afinal, alguém aí já sentiu que alguns produtos de beleza vão perdendo a eficiência com o passar do tempo? Fiz um esboço aqui numa folha e acho que conseguiremos enumerar alguns pontos. Vamos lá!
TROCAR DE PRODUTO PERIODICAMENTE! Esse é um fato que nós raramente atentamos, principalmente quando se tem uma produto muito bom no box e a gente só quer repor. Isso acontece principalmente para os shampoos, é como se o cabelo ''acostumasse'' com tal produto, então ele perde a eficiência e não consegue deixar mais seu cabelo tão hidratado e ao mesmo tempo soltinho da raiz, sabe? Isso não é sobre o produto, e nem quer dizer que ele é ruim, é só um auto-proteção capilar que temos, e para fugir dessa prisão é bom mudarmos de tempos em tempos. Eu por exemplo uso dois kits de shampoo diferentes, um para a semana e outro aos finais, e ainda aplico shampoo roxo as vezes. 
NÃO DEIXAR PRODUTOS DE BELEZA EXPOSTOS AO SOL! Isso é um verdadeiro crime, lembre-se que é como se fosse sua própria pele ali curtindo aqueles 40º e não tem protetor solar que dê jeito. Inclusive, ele está ameaçado! Quando eu digo expor ao sol eu quero dizer ''sua bancada de maquiagens está encostada justo naquela parede em que no período da tarde fica toda no sol e esquenta feito sauna''. Deu medo, né? Eu também tinha esse problema, inclusive tive que trocar de posição alguns móveis, mas foi necessário, porque percebia minhas bases bem mais diluídas e desoneradas, meu demaquilante meio que dava uma esquentada, e até alguns batons mais cremosos derretiam levemente. Isso vai trazendo a ineficiência, embora que em um prazo maior de tempo. Vale lembrar ainda que os produtos fora dos padrões de textura causam outro efeito na pele.
VERIFICAR SEMPRE O VENCIMENTO DO PRODUTO! Esse é um fato importantíssimo que vejo muita gente fazendo vista grossa, principalmente porque alguns produtos duram muito e acabam chegando no prazo de validade e ele ainda ta ali mais da metade e bate aquela pena. Não esqueça que tal produto está em contato direto com seu corpo, em outros casos pode até está dentro do seu corpo, como lápis, batons e rímel. De fato pode nada acontecer, mas em outros casos alergias e ferimentos podem aparecer por conta de uma displicência em ''economizar''. Nem tudo que vence HOJE para de funcionar AMANHÃ, ou pode parar até antes dependendo de como você cuida, mas é sempre bom observar esse fator que, querendo ou não, pode acarretar algo mais sério.
MISTURAR PRODUTOS COM SUBSTÂNCIAS DIFERENTES! Isso é algo que vejo frequentemente nas necessaires de nós mulheres. Na busca de fazer economia naquele pó que quebrou, ou de fazer moda misturando suas sobras diferentes no mesmo potinho acabamos juntando ou adicionando algumas substâncias que podem não combinar quando juntas. Pode até não fazer ''mal'', mas pode ser que acabe com o efeito que tinha antes. Eu por exemplo já tentei por um pouco de água quando o pó quebrou e ele ficou meio acimentado, não prestou pra nada depois, eu o usaria melhor esfarelado mesmo. Sei que algumas fontes dizem que fica melhor adicionando álcool, mas não tenho coragem que por minha pele em contato com álcool assim tão diretamente por horas. 

Então, é melhor não tentarmos ser cientistas da beleza e poupar nosso bolso e pele com o risco de nada mais funcionar. 
Espero que as dicas tenham sido válidas e que vocês sigam, eu por exemplo estou me ligando muito mais nisso, percebi que perdia muito produto, e que outros não funcionavam da forma de antes ou como deveria ser. Acho que esse post vai ser utilidade, chama as amigas!

Aline Paulino.

Nenhum comentário:

Postar um comentário