6 de abr de 2015

O PINTEREST E MEU BLOQUEIO CRIATIVO

Aqui quem vos fala é uma jovem de 23 anos de idade, que extraiu os dois sisos há 4 dias e se aproveitou da recuperação que é horrível pra mascarar uma crise de bloqueio criativo! Dado o veredito, resolvi fazer esse post que será mais uma descarga de dicas para um escape que um post com informação de beleza-moda-afins. 

O fato é que todo nós, sim eu disse TODOS NÓS, temos um período que não conseguimos nos conectar, geralmente esse período é involuntário, ou seja ''sem querer'', e uma coisa que eu aprendi com essa crise (sim, meu lado design sofre com isso!) é que temos que aceitá-la. Nossa mente, cérebro e alma é igual nosso corpo, tem dias que está indisposto/preguiçoso e a primeira coisa que se tem a fazer é parar, o fato está ali, fugir e forçar algo que tá bloqueado só vai nos frustar ainda mais. Nos respeitar é o primeiro passo pra encarar o bloqueio criativo, claro que tem umas diquinhas pra tentar driblar, mas o espaço de tempo para um descanso é fundamental.
Na faculdade de moda a gente aprende as etapas do processo criativo, e por incrível que pareça um desses passos é a incubação, que é justamente o período em que você não vai produzir para produzir, complicado, né? rs. Bem, todo mundo precisa de um momento pra olhar pra si, pra ficar calado, assimilando as coisas ou não assimilando também, um momento de escutar música, de viajar, e até de pinar no pinterest! A incubação é justamente isso, o seu momento a sós, aquele que não se produz nada, e quando sinto que estou numa fossa de criatividade eu metaforicamente digo que estou no período de incubação :)

Se funciona? Demais! Primeiro de tudo temos que ter a noção do respeito conosco e parar de forçar as coisas, não se obrigar ao que naturalmente não vai sair da nossa cachola, mas é obvio que não precisamos ficar paradas esperando ''passar'' ok?, comodismo não é incubação, em?! Uma fuga maravilhosa pra mim é o pinterest, fonte de inspiração, conhecimento, gente legal pra conhecer e uma incrível vontade de sair da zona de conforto.
Gosto do pinterest primeiro de tudo pela praticidade, se antes tínhamos que baixar imagens e fazer pastinha de inspiração no computador misturando tudo, ocupando memória e gastando tempo, no pinterest basta um clique pra salvar o que eu quero. Fora que é um espaço bem menos poluído que o google imagens, ou seja coisas com mais interessância!
Não pense que o post hoje é um merchan do Pinterest (mesmo todas as imagens sendo de lá, rs), nem pra dar dicas pra fugir do bloqueio criativo, e sim pra informar que você se conhece mais que ninguém e sabe suas limitações. Vamos tomar as rédias sem nos julgar tanto, ok?

E viva o bloqueio criativo dos designers! hahaha #mortelenta #sofrência

Beijos, Aline.

Nenhum comentário:

Postar um comentário