22 de set de 2014

MULHER, HÁ UMA MULHER.

O melhor tipo de mulher que existe é aquela que decide ser mulher. Mulher de acordar cedo, de trabalhar por até 18 horas seguidas, de sonhar em ter filhos, de não mendigar amor por ai, de ser decidida, que não passa a mão na cabeça das amigas. Mulher que não sofre por meia tigela de leite derramado, que sai com as amigas, que não coloca a felicidade na mão dos outros, que vai em busca do que quer. Que tem pais, e Pai. Mulher que tem sempre mais de um plano em mente, que lembra da infância como se fosse ontem, que não tem vergonha alheia, que não sofre pelo que já se foi, ela sabe que coisas melhores estão vindo por aí. Aquela que concilia pagar a faculdade, o carro e todos os sapatos que deseja. E ela ainda lembra que toda essa beleza que agora pertence a ela irá embora, embalagens envelhecem.

Essa mulher que eu falo é a que tem coragem, que encara o medo de frente, que vai em busca dos sonhos, que principalmente não deixou de sonhar, que faz a mala e viaja, melhor faz um mochilão, que gosta de abraçar, sabe diferenciar carinho e pena e que dar amor sem saber a quem (é de graça e é ilimitado). Mulher, mãe, avó, tia, professora, prima, irmã, amiga. Estou em busca dessa mulher em mim, ela é a melhor que existe. 

Amanda Paulino.