1 de ago de 2014

HORA DE RECOMEÇAR.

 
Agosto mês oito, sete meses já se foram. Com eles foram também pessoas, coisas, sonhos, mais sonhos, uns sentimentos, e um vazio. Eu nunca imaginei viver tantas coisas ou melhor, deixar de viver tantas coisas por opinião de terceiros. Essa não seria eu, não estaria sendo justa comigo; deixando minha felicidade guardada em uma caixa e ir viver a sua. Não é egoísmo, é pensar em mim e na minha paz. Não seria bom para você me ver presa em algo que não seria real. 
Deixei gente de fora do meu ciclo, não me acrescentava em nada e ainda tinham o poder de me colocar para baixo; parei e pensei se o problema era comigo, não encontrei uma resposta, mas eu espero que não. Fiz doação de sapatos, depois mais uma. Ainda não me sentia aliviada.
Segurei na mão de Deus e agradeço a Ele por não ter soltado a minha mão, mesmo quando eu "queria". Senti o amor dEle, li a palavra dEle todos os dias, é Ele a ultima conversa da noite. Tenho um Espírito Santo dentro de mim, Ele até me entende e gera na minha carne repugnação quando faço coisas que desagradam ao meu Pai.
Fiz tatuagens, mudei o cabelo, mudei de celular, de contatos, de amores, de bolsa, e de coração. Cuidei do sorriso,  "mas só do meu", e isso me entristece. Fui firme, ao cinema, na Casa do Luquinhas, na MAC, na Fa7, e me suspendi, descobri que a resposta positiva das minhas vontades não dependia mas de mim, ou dos meus pais.
Me joguei nas oportunidades e vi um crescimento e tanto, agarrei aquilo de bom que estava ao meu redor, criei a minha marca Rainha B e estou a um passo de dar mais um grande passo profissionalmente. Trabalho 18 horas por dia e acredite me sinto mais viva do que nunca. 
Estou treinando Muay Thai e fazendo o #projetoBacondaJuju vingar. Me alimentando péssimo ainda. Sorvetando semanalmente com uma amiga do século passado, kkkkkkkk. Me apaixonei, me apeguei, mas não deixei isso tirar o meu sossego. Ah, algo importantissimo que aprendi esse ano, "você escolhe por quem vai se apaixonar" eu apenas concordei. Me apeguei a um batom vermelho e estou pronta para recomeçar.
Falo de deixar essa coisas que já não me pertencem, essa gente que já não me pertence, esse espaço que não é mais meu. Não fico triste, fico aliviada, ainda falta um tantão e esse mês promete ser decisivo, então Amanda mostra a tua cara e vai, no mínimo que você vai conseguir é o colo do Sr. Adalberto, que já está de bom tamanho e no máximo meio mundo.

Desculpem, precisava conversar com vocês. 

Amanda Paulino.