9 de mai de 2013

O AMOR E A ARTE DE AMAR

Texto enviado pela leitora Juliane Rodrigues
Daqueles que não amam, há dois tipos. O primeiro deles é aquele que já amou antes. Geralmente, esses são do tipo que se jogaram de cabeça, deram mais do que deveriam dar, colocaram o outro num pedestal. E, fatalmente, se decepcionaram. Porque o amor tem dessas coisas – é preciso estar preparado pra cair. Cair de cara. É como o artista que, depois do auge, tem que estar preparado para despencar. Poucos tem o privilégio de se manterem no topo durante a vida toda – o universo, geralmente não permite. Há de haver espaço para os novos, para os iniciantes, para os cheios de motivação. E aí, é preciso se contentar com os 5 minutos de fama. Ou morrer de dor. Esse tipo dos não amantes aos quais me referia, provavelmente morreram de dor. Amaram demais e não estavam prontos para a queda, não aguentaram sentir o prazer dos cinco minutos de amor e ter que abdicar disso. E, decidiram então, não amar mais.
Já eu apesar dos pesares e de muito tombo com a cara na lama, decidi amar todo dia...Amar mais e se doar mais sem esperar um troco que valha a pena sem esperar absolutamente nada, levando que na máxima sempre se da mais do que recebe e sempre se tem o amor que acha merecer ter eu acredito no tão somente amor mais bonito cheio de sorrisos e covinhas e conversas e gramas. Um lugar onde você quer estar e ficar por muito tempo e mesmo tendo outras prioridades você quer estar ali naquele lugar que chama amor. A pessoa só apenas completa a sua trama de amor porque mesmo sozinho você já vive esse amor lindo ,castelos pode ate ter castelos mais eu lhe digo por experiência própria as vezes vale muito mais um sofá velho com uma pipoca de micro-ondas.

Um dia você vai acordar e pensar que poderia ter vivido a mais bela história de amor e mesmo assim iria se sentir vazia e sozinha, porque o único amor que completa o seu vazio querida é tão somente o amor de Deus o vazio que você carrega dentro de você e fica ai procurando o príncipe encantado no cavalo branco esse amor não te enche e esse amor não pode penetrar o seu vazio, esteja completa e todas as coisas boas viram para você um dia quando você não esperar elas chegam.
Juliane Rodrigues.

Quer enviar um texto aqui pro blog também? E só enviar para: contatoaceitaumcafe@hotmail.com
Ficaremos bem felizes em postá-lo aqui :)


Nenhum comentário:

Postar um comentário