19 de abr de 2013

O NOSSO NÃO


Fico me perguntando em que ponto da história nos perdemos um do outro, fico imaginando onde você está agora, será que não lembra que todas as sextas-feiras a noite eram nossos dias de ver filmes de terror só pra eu te agarrar bem forte com medo? Quase não consigo acreditar no que nos tornamos, ultimamente mal te dou um abraço desejando um bom dia. Acho que o nosso não já foi dito a um tempo atrás, com atitudes que passam despercebidas (ou não), despercebidas porque não prestamos mais tanta atenção assim um no outro, percebidas porque são o motivo de não querer seguir mais adiante.
Será que deixei de te amar quando você fez tudo certo e lembrou de todos os nossos mêsversarios de namoro? Ou foi por todas as toalhas que você não esqueceu em cima da cama? Foram todas as ligações de preocupação que você me fez? Me pergunto quando foi que todos os motivos pelos quais eu te amei passaram a ser uma tormenta diária. Muita certeza deve atrapalhar, não sei. Você deixou de me amar quando elogiava tudo que eu fazia? Quando me achava tão perfeita? Quando na verdade sou um ser humano normal, cheia de defeitos. Foi esse o nosso problema, você não queria me conhecer bem a fundo, não queria encarar meus defeitos, sua zona de conforto lhe bastava. E eu já estava tão acostumada com você 100% pra mim, que não me importava mais fazer esforço pra conquistar algo que eu já tinha tão fácil. O nosso amor ficou tão guardado dentro de nós que o seu não pode ser meu, e o meu não foi seu.
E se essa história exige alguém corajoso então aqui estou eu, porque é fácil dizer não, é fácil não se importar mais, difícil é ter coragem de dizer um tchau, difícil é assumir que acabou e não apenas ficar maltratando um sentimento que já foi especial. Tchau, eu quero alguém que brigue comigo, que não assista filmes somente pra ganhar abraços, que esqueça de mim de vez em quando. Não há mais sentimento para ser falado ou sentindo, se você não percebeu pelo menos eu sou atenta, então,
Tchau!



2 comentários: