4 de jan de 2013

CARTINHA PARA 2013

2013 já começou incrivelmente maravilhoso para mim. Passei o minuto 00:00 ao lado de pessoas incríveis, sentido um troço muito lindo chamado felicidade, ganhei de cara no minuto 00:01 um eu te amo, e inúmeros abraços nos minutos sub-sequentes. Já comecei o ano praticando o perdão, e curtindo um pouco do ''não tô nem aí se alguém tiver vendo''.
Comecei o ano mentalizando coisas que quero conquistar do tipo: ser uma blogueira de sucesso, morar sozinha (mas ainda não sei se tenho coragem), trabalhar com moda, e um montão de outras coisas que com certeza eu só vou conseguir com mais outras noites mal dormidas estudando ou pesquisando, com mais outras sandálias que ficaram nas lojas mesmo porque tenho que economizar para o apartamento, e claro com mais um trilhão de conselhos da minha mãe, que na hora eu finjo não me interessar muito para não deixá-la tão encanada, mas que antes de dormir aquela voz se repete inúmeras vezes no meu ouvindo, sendo as respostas para as ansiedades do meu coração.

Quero chegar no meio do ano com mais da metade dessas coisas bem encaminhadas, mas também quero daqui pra lá duplicar a minha listinha de desejos. Afinal quem não pensa longe e à diante não cresce! Se for necessário escutar das pessoas que estou ficando louca, porque sei lá, tranquei a faculdade para viajar pelo mundo, eu não me importo, eu quero mais é viver. Mas por favor, não pensem que vou sair por aí fazendo tudo que eu quero, até porque eu sou daquele tipo de pessoa que pensa umas trezentas vezes quando vou dá um passo importante (as vezes até me culpo por isso, acho que deveria viver mais, arriscar mais). O tempo para o meio do ano passa rapidinho, e em outro piscar de olhos eu já estarei fazendo minha listinha de desejos para 2014. Isso é meio assustador! Parece que o tempo ficou adulto e eu continuei a mesma criança. Por isso, nada de perder tempo. Nada de deixar a academia pra segunda-feira, nem o trabalho para o último dia valendo apenas metade da nota (acorda, você nasceu para tirar 10 sempre), nem muito menos relacionamentos desgastados para depois de amanhã. Você vive, não vegeta!

Esse texto de desejos para o ano novo, já está virando quase um auto-ajuda. Desculpem. Na verdade o que eu quero para mais essa oportunidade de 365 dias corridos é a possibilidade de recomeçar de onde eu parei, de perdoar quem me magoou, de amar quem ainda nem sabe que eu existo. Obrigada 2013 por ter vindo, cuidarei muito bem de você. Um beijo.





4 comentários:

  1. Que linda a sua carta, que 2013 seja um ano excelente para nós! õ/

    http://cappuccinoeaconta.blogspot.com.br
    Faz uma visita?
    @PriscilaFrr

    ResponderExcluir
  2. Que lindo *-* amei
    beijos
    inspiresenoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir