20 de jan de 2013

APENAS MAIS UMA NOITE COM VOCÊ

Então você aparece de novo do nada e me tira o chão! Quer saber, eu acho que já até estava curada de você, nem lembrava tanto assim, só as vezes que via suas fotos no instagram, os seus twetts na minha timeline, seu cheirinho pairando na rua, ou escutava qualquer uma daquelas infinitas músicas de bandas de rock que você me mostrou. Isso só fazia parte de umas 20 horas do meu dia. Isso era bom, eu já estava curada da sua ausência outras quatro.

Mas não bastava eu ainda lembrar, é claro que você tinha que aparecer de novo e fazer uma tremenda reviravolta, você tinha que aparecer de novo pra me fazer sentir borboletas no estômago, você tinha que aparecer de novo pra me arrancar aquele sorriso amarelo que entrega qualquer pessoa apaixonada. Nesse ponto eu te acho trapaceiro, você nunca me deixa perceber nada em você, eu sei que não usa uma máscara ou aquelas armaduras que pessoas as denominam de ''tô com medo de me machucar'', acho que você é apenas misterioso assim mesmo.

Noites solitárias na internet resultam nisso: responder quem não deve! Eu deveria ter pensado em mim daqui a duas semanas e lembrar a forma que você me deixa e não ter te respondido. Eu deveria ter pensado no ombro das minhas amigas daqui a duas semanas e não ter dito sim pra você de novo. Parece mesmo que você não tem essas armadilhas que usa comigo na cabeça quando me procura, até que parece que é apenas seu jeito, mas sei lá, parece um jeito meio torto de ''gostar'' das pessoas. Esse é o seu jeito de se divertir? É, eu deveria ter pensado em mim antes de... Mas na hora eu pensei sim, mas pensei o quanto eu gosto de estar ao teu lado, e como eu estava agindo como uma garota rebelde aceitando te ver novamente.

Mas quer saber? Dane-se, eu só quero mais quinze minutos com você sorrindo, comendo nossas comidas preferidas, falando das viagens que sempre planejamos e que o destino sempre é Las Vegas ou Califórnia. Quero viver um pouco mais dessa droga que é você e me bastar por isso. Andar de mãos dadas que nem dois namorados e comprar um presente na loja de miçangas para sua tia. Vou atender seu celular e dizer que você está ocupado e retorna depois. Vou viver um sonho por uma noite e o depois a dente vê depois!

Quem sabe esse depois ruim que você sempre é o protagonista e eu a vítima nem venha dessa vez. Quem sabe dessa vez você estará pronto pra assumir algo mais sério que uma saída no sábado a noite e que uma mensagem três dias depois. Talvez dessa vez você esteja na mesma sintonia que eu e tope até realizar o nossos sonhos de apenas uma noite. Ou não! Por que pra isso precisaríamos de uma boa parte da vida e mais uma vez eu estou aqui andando no escuro sem saber se com você vai ser só mais uma overdose maligna e passageira. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário