18 de dez de 2012

UM ESCLARECIMENTO SOBRE AMIZADE

Hoje eu queria falar de um amor bonito. Queria tentar juntar uma meia dúzia de palavras bem combinadas pra tentar descrever uma força que tenho aqui dentro do peito. Eu sei que não sou muito bem nas palavras (sempre em brigas eu perco feio, mesmo tendo razão que qualquer coisa), na verdade sou um desastre da persuasão, mas pra quê mesmo espirito de manipulação quando se tem amor em? Hoje eu quero falar de um amor maior, amor maior que eu.
Eu cresci tentando me adaptar e me encaixar nas vidas das menininhas da escola. Elas quase sempre rudes, ignorantes e pra falar a verdade eu as achava muito chatas, sempre queriam ter o que não podiam, e por diversas vezes eu as vi fazendo coisas ruins umas com as outras só para se dar bem. Mas eu insistia em ficar ali com elas, afinal eu precisava de uma turma. Me culpava por não ser parecida com elas, por muitas vezes não querer as mesmas coisas, nem gostar do mesmo tom de rosa (na verdade eu sempre gostei foi de laranja), me culpava por não conhecer as bandas de rock que elas pensavam que conheciam, me culpava por não gostar de usar lápis de olho quando ainda era uma criança de 13 anos de idade. 

Eu fui crescendo e percebendo que a culpa não era minha, fui percebendo que um dia eu iria achar a minha turma, por mais que essa minha turma fosse apenas uma pessoa. Alguns anos se passaram e o que eu lembro daquelas minhas tentativas de amizades da infância são apenas 3 amigas, elas sim valeram a pena, hoje cada uma vive de um jeito feliz, embora distante sempre mantemos contato. O resto serviram apenas para que eu percebesse o quanto eu não era a errada, eu era diferente sim, era diferente de tudo que elas queriam que eu fosse, mas eu era a amizade diferente que completaria alguém.

É estranho quando muita coisa muda em um pequeno espaço de tempo. Mais estranho ainda é quando muita coisa muda pra melhor. Algumas pessoas entram em nossas vidas e parecem que caem de paraquedas diretinho pra salvar a gente das outras pessoas do mundo. O tempo passou e eu enfim encontrei meus amigos de infância,  amigos que não cresceram comigo, mas que conhecem coisas de mim que eu mesma desconheço.

Hoje eu queria escrever especificamente sobre uma coisa, a amizade. Eu queria escrever sobre uma pessoa, você sabe! Há quase dois anos, minhas palavras têm direção, não que antes eu ficasse a mercê dos outros, mas é que ultimamente eu tenho alguém que se importa comigo muito mais que todas do que as outras pessoas costumavam fazer. Sabe aquele lance de sentir o que outro sente sem nem mesmo falar? Então. Ninguém sabe o que a gente conversa, nem os leões que uma pessoa mata pela outra dentro da amizade. E amizade é isso mesmo, é dar o coração pelo outro, é sofrer junto, é tipo casamento quando diz que estamos ali pra fazer o outro feliz e não pra ser feliz, porque se o nosso propósito for levar felicidade e o propósito da outra pessoa também, então formou! Dá tudo certo! 

Você sabe o que é conhecer o suspiro da sua melhor amiga? Você consegue compreender as angústias de alguém que você diz que conhece? Você consegue defendê-la do mundo inteiro mesmo quando ela está errada, mas quando estão à sós você abre os olhos dela, correndo o risco que ela se vire e vá embora? Você tem alguém pra chamar de melhor amigo(a)?

Pra quem não sabe o que é ter um amor inseparável eu lhes apresento a Amizade!

Fotos: Anderson Pontes





3 comentários:

  1. as vezes a gente quer ter muitos amigos, más é bobagem, se vc tiver um em que possa confiar e contar para tudo ja é um privilegio enorme, obrigada Deus, obrigada Deus, OBRIGADA... o Senhor coloca em palavras através da Aline o que quer me dizer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu que tenho que agradecer por tudinho. Love love love u <3

      Excluir
  2. linda a amizade de voces

    ResponderExcluir