23 de nov de 2012

OS DOIS LADOS DA MESMA MOEDA


Duas da madrugada. Duas vidas sonolentas. Duas vidas apaixonadas. Duas linhas em uma ligação.
Eu tinha certeza que não estaria ali por mais ninguém se não fosse por ele. Na verdade eu estava ali naquela ligação porque tinha certeza que não queria que fosse mais ninguém, apenas ele. Não queria dá chances nenhuma para ele para duvidar que não fosse eu, apenas eu, para sempre eu.

Eu já conheci tantas outras garotas que não fizeram meu coração alegre dessa forma. Isso me faz pensar que a minha escolhida é ela, somente ela. Só ela tem esse poder de me fazer ficar acordado até essa hora, mesmo tendo que levantar amanhã às 6:00, e sim eu trocaria toda minha vida de universitário por ela.

A cada palavra vinda aos meus ouvidos ele conseguia me surpreender. Eu tinha certeza que tinha falado qualquer coisa que me afastasse e me deixasse como uma idiota, e realmente tinha, mas algo nele era tão lindo que eu ficava como boba diante das brincadeiras que ele conseguia fazer das minhas bobagens. Acho que era isso o que eu mais amava: ele conseguia me fazer menos ácida.

Eu juro que já tentei procurar nela algum defeito que pudesse me afastar, mas juro também que não encontrei. Não que eu quisesse motivos de deixá-la para trás, mas é impressionante alguém me completar tanto e me fazer tão feliz que me assusta. Eu já venho magoado de tantas outras garotas que eu achava que eram as certas, daí do nada eu encontro a garota mais leve o mundo, a mais linda, a mais divertida, a única que consegue me prender aqui, nesses pensamentos que antes eu julgava tão tolos.

Ele tinha lá seus problemas amorosos, tinha alguém no passado que queria voltar insistentemente, e isso sim poderia ser um problema, daqueles que nos faria brigar a cada cinco minutos, mas não ele. Ele não deixaria isso acontecer, ele nunca deixou. Era estranho ser o primeiro lugar na vida de alguém. E isso era ótimo!

O coração dela é a obra mais divida de Deus, com certeza. Se não for algo sobrenatural, eu juro que não compreendo. Eu não compreendo tanto amor em um sorriso, tanto cuidado em simples perguntas diárias. Eu sinto que achei a minha escolhida. É ela!





Nenhum comentário:

Postar um comentário