17 de nov de 2012

APENAS CRÔNICAS: ENFRENTE E SIGA EM FRENTE!


Sabe, com um tempo a gente vai aprendendo que algumas coisas foram feitas para não durarem. Com o tempo a gente percebe que talvez a tal pessoa certa, apareceu no momento errado. Ou apenas o momento era certo e a pessoa errada demais pra ele. Um dia eu cheguei a acreditar que o amor era uma coisa fácil, linda e indolor, mas sabe, eu também acreditava em conto de fadas e nem por isso eles se tornaram reais.

Mas de amor a gente não desiste. Na verdade, não podemos desistir de nada que realmente queremos, mesmo que isso nos machuque por um tempo. Se você não tentar, não vai saber como seria. E se por um acaso se machucar, saiba que o tempo cura. Não importa o quanto doa, o tempo cura e um dia você supera . Um dia você acorda e simplesmente decide que a partir daquele momento as coisas vão ser diferentes e faz com que elas sejam diferentes. Isso se chama superar, crescer, aprender. 

Chega um certo dia que você percebe que as pessoas nunca vão fazer por você o que você seria capaz de fazer por elas e nem por isso você tem que deixa-las de lado. Nem por isso você tem que desistir de tudo. Vai chegar um dia que você vai chorar lembrando de tudo, mas quem não chora de saudade?
Um dia você vai parar pra pensar e vai perceber que por mais que você saia com várias outras pessoas, nenhuma substitui a outra. Nenhum cara é igual, todos são diferentes. Essa coisa de “homem é tudo igual” é um mito que nós inventamos para ter a quem culpar quando as coisas não saem como a gente planejou. E por falar em planos, como anda aquela velha história de não se apegar? Não funcionou né? Pois é.. Desapego só funciona quando você sabe o que quer, quando você se entrega pra uma pessoa e sabe que ela também se entregou pra você, então você deixa ela solta e espera todos os dias para que ela volte. E o melhor, ela volta!

Mas isso tudo é basicamente falar de amor, de coisas que poderiam ser e não são, ou de coisas que foram e não voltam mais. Pra ser sincera, o amor é uma verdadeira merda, mas não dá pra deixar de sentir, não dá pra deixar de lado. Amor é o que nos mantem acreditando, sorrindo, seguindo em frente mesmo quando não temos mais força pra andar.

Pra ser sincera, acho que toda essa coisa de amor é como aquela velha história de esperar demais das pessoas, decepcionante.  Quando você não espera, você se surpreende e se surpreender dói menos. Amar menos dói menos. Mas olha, não importa se vai demorar ou não, isso tudo passa. Você encontra a pessoa certa uma hora ou outra e se não encontrar, a pessoa certa volta. No momento certo, com a vontade certa. 

E por falar em pessoa certa, se o motivo que te faz sorrir não é mais seu, lembre-se: Ninguém pode tirar suas memórias. Agora respira, seca essas lágrimas, sorria, siga em frente e enfrente!


Texto retirado desse blog 

Nenhum comentário:

Postar um comentário